quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Oscar Niemeyer_pq grandes homens não morrem

O mundo acorda mais pobre? Será? Quem tem grandes homens a fazerem tanto pelo mundo, nunca acordará pobre, mas com a certeza de que sentirá saudades, que terá que lidar com a ausência de quem deixou belas obras e passou a vida a fazer alguma coisa que fosse realmente importante, mas nem sempre a pensar que estaria a fazer isso, pensava apenas em executar o trabalho de que tanto se orgulhava, em fazer bem o que gostava.

Ninguém morre quando pensa assim, valoriza-se enquanto "ser humano" e mostra aos outros que é possível sonhar, que é mais do que humano não inventar desculpas que a idade é um impedimento para tantas coisas, Niemeyer, desafiava os próprios limites, tantos estariam parados sem grandes objetivos usando como "bengala verbal" a frase "Não tenho idade para isso". Não tem idade para o q? Para ser feliz? Para ousar e fazer o que gosta quando o mundo lhe diz que você não pode?

Talvez esteja na hora de repensar sobre o quanto podemos ser "grandes homens" e fazer o nosso caminho, deixar o mundo mais justo, mais humano para os outros e acima de tudo, fazer com que este mundo seja assim, um lugar mais espetacular para nós. Nunca viveremos bem sem que os outros estejam, mas podemos melhorar a nossa existência e consequentemente o mundo do outros, já pensou que não precisa construir obras monumentais, mas que um Bom dia! pode trazer sorrisos ao dia de quem nada esperava? Há tanto para ser "grande", mas há coisas de tamanhos irrelevantes que são imensamente enormes.
Faça grandes obras e faça a diferença na vida dos outros.


Sem comentários:

Enviar um comentário